Governo do Estado destaca parceria com a prefeitura de Cururupu para levar serviços às Ilhas

Governo do Estado destaca parceria com a prefeitura de Cururupu para levar serviços às Ilhas

“Nós passamos muitas horas dentro do barco para levar vacinas e insumos a seis localidades isoladas. O sentimento é de dever cumprido”, conta a enfermeira Alana Cardoso, coordenadora da missão de saúde em seis ilhas da cidade de Cururupu. As equipes da Secretaria de Estado da Saúde (SES) deixaram a capital maranhense com destino às ilhas em uma viagem de mais de oito horas de estrada, ferryboat e barco. A ação, em parceria com o município, levou atendimento especializado e vacinação.

Nas primeiras duas horas de viagem em alto mar, a equipe chegou à vila de pescadores da Ilha Iguaras, onde iniciou os atendimentos com onze famílias que vivem da pesca e do artesanato.

“A comunidade ficou bem feliz com a chegada desses serviços, pois sabem da dificuldade destas ações em localidades tão distantes. Por isso, passamos o tempo necessário para realizar um atendimento completo, esclarecer dúvidas, realizar orientação sobre cuidados preventivos”, contou a coordenadora da missão.

No total, sete enfermeiros, três responsáveis por logística e quatro motoristas da Secretaria se uniram a 14 profissionais do município de Cururupu. Em cada Ilha, os profissionais realizaram vacinação contra a Covid-19 e H1N1, coleta de preventivo, aferição de pressão arterial e glicemia capilar, testes rápidos, além de atendimento psicológico, odontológico, distribuição de kits de higiene bucal e vacinação antirrábica.

No primeiro dia, a equipe de saúde percorreu a Ilha de Iguaras, depois seguiu para a Ilha de Retiro, onde vivem sete famílias. A ação terminou na Ilha de Mirinzal, onde 43 famílias receberam atendimento até às 23 horas.

No dia seguinte, os profissionais seguiram por mais algumas horas até as Ilhas do Porto do Meio e Bate Vento, cada uma com 25 e 90 famílias, respectivamente. Nestas localidades, 60% da comunidade é formada de adultos entre 20 e 50 anos e 40% de crianças e adolescentes.

No último dia, 93 famílias aguardavam os profissionais de saúde na Ilha de Lençóis. Desta localidade até o continente, a equipe encerrou a missão seguindo por cinco horas de viagem de barco.

“Esta é a nossa missão. Ir aos lugares difíceis, encontrar os maranhenses em suas comunidades, facilitar seu acesso à saúde e não deixar ninguém para trás. Cuidar das pessoas exige sacrifícios, alguns não chegam a ser vistos, mas esta é a nossa missão”, enfatizou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Aldo Lopes, prefeito de Cururupu, agradeceu a disponibilidade da equipe do Estado em somar esforços com os profissionais do município. O prefeito destacou essa estreita parceria que a gestão municipal estabeleceu com o governo do Estado desde o início de seu governo, em prol da população de Cururupu. “Agradeço imensamente ao governador Flávio Dino e ao Secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, ambos foram muito solícito, muito atencioso com nosso município. Aproveito para agradecer por terem nos ajudado a levar os mais diversos serviços de saúde às nossas Ilhas, que historicamente ficavam às margens das ações do município”, destacou o prefeito.

 

Assessoria de Comunicação